Sexta-feira, 24 de Agosto de 2012

Aulas em Olhão de Budo Taijutsu / Ninjutsu

 

Bujin Dôjô

Associação Portuguesa de Budo Taijutsu

 

 

 Aulas de Artes Marciais Tradicionais Japonesas

 

 

 

 Budo Taijutsu / Ninjutsu

 

Local onde decorrem as Aulas

 

  

Aulas na Rua 18 de Junho nº 94, 1ºEsq. Olhão

(Entre Semaforos e o Cemitério à esquerda)

 

As Aulas decorrem em segurança,

no ambiente descontraido e harmonioso

 

Para Ambos os Sexos

Adultos

Segundas, Quartas e Sextas das 20.00h às 21.30h 

Crianças

Segundas, Quartas e Sextas das 18.30h às 19.30h

 

 

 

Em Faro

 

Na COOPPOFA

Junto ao Centro de saúde

 

Às Terças e Quintas - A partir das 19.00

  

Para Adultos e Crianças de Ambos os Sexos

 

Informações :

http://www.youtube.com/BujinkanPortuguesa

http://www.facebook.com/BujinkanPortuguesa

http://bujin-estagios.blogs.sapo.pt

Bujin-Dojo@hotmail.com 

 

Tlm : 915085322 


publicado por Bujin-Dojo às 13:08
link do post | comentar | favorito

Videos Bujinkan Dôjô

 

 

 

 

 

Shihan Duncan Stewart

 

 

 
 

 


publicado por Bujin-Dojo às 11:26
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Março de 2011

Bujinkan Estágios / Eventos

  Seminário Internacional




Olhão - Portugal

13 e 14 de Outubro de 2012


Shihan Pedro Martin Alarcon - Espanha

Jugodan Kugyu


Tema:


 神 (SHIN) KAMI = Deuses, providencia

 龍 RYÛ = Dragão

 要 YÔ = O mais importante é ganhar, triunfar

 護 GO = Defender, proteger O Seminário se realizará sobre a ideia de

 要 KANAME - Tema da Bujinkan para 2012


1º Periodo-Dia 13, Manhã - Das 10:00 às 13:00

2º Periodo-Dia 13, Tarde - Das 15:00 às 18:00

3º Periodo-Dia 14 - Das 10:00 às 13:00


Preços por Participante: Para Membros da Bujinkan - 60€

Por Periodos - 25€

Confirmações até ao dia 01 de Outubro


Todos os Participante tem direito a uma T´shirt e certificado de Participacão

Não Membros da Bujinkan, ou outros assunto (Alojamentos,etc.) devem consultar a Organização.


 Informações:

 

Associação Portuguesa de Budo Taijutsu

 Rua 18 de Junho nº94, 1ºEsq. Olhão





TLM: 915085322



 


publicado por Bujin-Dojo às 15:52
link do post | comentar | favorito
Sábado, 6 de Novembro de 2010

Histária e Tradição - Bujinkan

Existem muitas teorias quanto às origens do que conhecemos hoje como a arte do Ninjutsu. Cada historiador japonês tem seu próprio conjunto de factos e crenças e é muito difícil apontar com exatidão de um lugar, uma pessoa, uma data ou um grupo de circunstâncias específicas que possam ser aceitas por todos como o berço da arte.

 


Em primeiro lugar, o Ninjutsu não nasceu como uma arte bem definida, e muitos séculos se passaram antes que o Ninjutsu fosse estabelecido como um sistema independente de conhecimento. As pessoas que foram mais tardes referidas como ninjas, não usavam originalmente essa rotulação para si próprias. Elas se consideravam meros praticantes de estratégias políticas, religiosas e militares que eram opostos culturais das visões convencionais da época. O Ninjutsu se desenvolveu como uma resposta cultural altamente ilegal contra a elite dos samurais opressores e unicamente por este motivo as origens da arte foram cercadas por séculos de mistério, reclusão e confusão histórica proposital.



Nas lendas da fundação da família imperial do Japão, passadas de boca-a-boca através das gerações antes dos primeiros registos históricos, acredita-se que dois personagens estilo Ninja ajudaram o primeiro imperador, Jimmu, a obter uma vitória decisiva. Jimmu, estava combatendo as tropas do Castelo Iso, e a batalha não estava a seu favor. Uma noite, em um sonho, o futuro imperador teve uma visão na qual lhe haviam dito que conseguisse o barro do Monte Amakaga e o usasse para moldar um vaso sagrado. O Monte Amakaga era uma montanha sagrada que ficava no meio do território mantido pelas forças de Iso. Conseguir o barro cru se tornou o símbolo da intenção de Jimmu e a solução para ele obter sucesso na conquista do Castelo Iso. Shinetsuhiko e Otokashi serviram ao seu senhor Jimmu e sua esposa  disfarçaram-se de camponêses . Os dois entraram com sucesso no território inimigo, juntaram o barro e retornaram com segurança. Jimmu então fez um conjunto de prato e tigela com o barro, os ofereceu aos deuses da sorte e seguiu atrás da vitória que ele tanto acreditava ser seu destino. Dizem que as habilidades de Ninjutsu foram passadas a partir daí para Tennim Nichimei, Okume Mei, e Otomo Uji para mais desenvolvimento e expansão. Entre os documentos antigos sobre Ninjutsu que Soke Hatsumi herdou de seu mestre estão diversos pergaminhos que contam sobre ex-patriotas chineses que abandonaram sua terra natal para buscar refúgio nas ilhas do Japão. Guerreiros, estudiosos e monges chineses seguiram uma jornada atrás de uma vida nova nas matas de Ise e Kii ao sul das capitais Nara e Kyoto. Sábios taoístas como Gamon, Garyu, Kain, Unryu e generais de Tang, na China, tais como Cho Gyokko, Ikkai e Cho Busho trouxeram consigo o conhecimento que tinha sido acumulado por séculos em sua terra natal. Estratégias militares, filosofias religiosas, folclore, conceitos culturais, práticas medicinais e um largo leque de pontos de vista que misturaram a sabedoria chinesa com a da Índia, do Tibet, da Europa Oriental e do sudeste da Ásia, foram seus presentes aos recém-formados seguidores no Japão. Espalhados longe da corte do emperador na capital, os ancestrais culturais dos ninjas viviam suas vidas como naturalistas e místicos, enquanto a maior parte da sociedade se tornava cada vez mais estruturada, classificada, estilizada e, por fim, fortemente controlada.



Enquanto a tempo seguia desdobrando a história do Japão, os ninjas e seus métodos de realização, conhecidos como Ninjutsu, estiveram sempre presentes nos bastidores trabalhando sutilmente com os eventos de todas as épocas para assegurar a sobrevivência e independência de suas famílias e terras. Nas regiões de Iga e Koga, o Ninjutsu se tornou uma habilidade especial, refinada e aperfeiçoada por mais de setenta famílias, cada uma com seus próprios métodos, motivações e ideais.



Os livros de história japoneses, contudo, são curiosamente limitados quanto à cobertura e o reconhecimento das figuras sombrias conhecidas como ninjas. Até mesmo em manuais de uma geração atrás, Hattori Hanzo, o cabeça de uma das famílias ninja mais influentes em Iga e dresponsavel dos ninjas do Shogun Ieyasu Tokugawa, era referido como um Bushi (samurai) da província remota de Iga. Esta hesitação em reconhecer abertamente o papel do ninja no forjamento do Japão moderno vem possivelmente da glorificação do conceito e da ética samurai que ficaram muito populares depois da Restauração Meiji (1868). A restauração Meiji aboliu a classe samurai e deu a todos os cidadãos o direito de afetar as regalias sociais que tinham sido reservadas apenas para o samurai.



Com esse obscurecimento de eventos históricos e pessoas significantes, é difícil para os japoneses de hoje entenderem o verdadeiro objetivo e os ideais do ninja. As lendas exageradas remanescentes da era Tokugawa, na qual à polícia secreta ninja do Shogun foram dados poderes sobrenaturais, tais como a capacidade de desaparecer, andar sobre a água e ler mentes, confunde a história ainda mais. Como o mundo ficou cada vez mais interessado na cultura e posteriormente nas artes marciais do Japão, as histórias distorcidas dos ninjas encontraram novos públicos no mundo ocidental nas últimas três décadas. Mesmo as palavras para descrever a arte do místico guerreiro das sombras não podem ser traduzidas diretamente para as línguas estrangeiras ao Japão. O “nin” de ninjutsu e ninja, um som simples e único no japonês, necessita de extensas palavras ocidentais para ser explicado. Em seu nível mais elementar, “nin” (também pronunciado “shinobi”) pode significar resistência, perserverança e paciência, tanto no sentido físico quanto no mental. “Nin” tem uma segunda definição de dicionário como furto, secreto ou encobrimento. A construção do caractere escrito implica que o coração, ou a vontade, é canalizado e direcionado de modos a lhe darem a eficácia da lâmina como um instrumento de realização. Neste sentido mais amplo do conceito, “nin” realmente significa ter o controle do corpo, da mente e da percepção do certo e do errado.

É fácil, pelo menos, discutir ter o controle do corpo, e discutir responsabilidade pessoal no controle da mente e das emoções se tornou bastante popular no ocidente, mas ter o controle da percepção do certo e do errado, ou do que é apropriado, é um assunto mais difícil. ter o controle da percepção do que é apropriado é ser capaz de confiar no “sexto sentido” e ter o conhecimento funcional do nível subconsciente do pensamento. Esta percepção mais ampla da realidade estar baseada no próprio ponto de vista único é o que deixou o ninja longe dos táticos militares convencionais durante os estados em guerra e das eras feudais do Japão.



A escola Togakure, estabelecida há aproximadamente oitocentos anos, está agora em sua trigésima quarta geração. O ryu (estilo) existe hoje como uma organização dedicada a ensinar métodos eficazes de auto-proteção e promoção do auto-desenvolvimento e da consciência de seus membros. Devido à natureza estabilizada do governo japonês e dos sistemas judiciais contemporâneos, a Togakure Ninja Ryu não mais se involve diretamente em combate ou trabalho de espionagem. Antes da unificação do Japão durante o século 16, contudo, foi necessário para os ninjas de Togakure operar fora do sul da província de Iga central. No ápice do período do ninja histórico, os ninjas em operação do clã eram treinados em dezoito áreas fundamentais de perícia, começando com a “pureza psíquica” e progredindo através de uma grande variedade de habilidades físicas e mentais.



Fonte:

 Soke Masaaki Hatsumi - Japão


publicado por Bujin-Dojo às 09:45
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

Viagem ao Japão 2010

Viagem Ao Japão

 14 a 26 de Maio de 2010

 


publicado por Bujin-Dojo às 17:32
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

Treino nos Pinheiros de Marim com Gotompo

 

 

      Treino nos Pinheiros de Marim

                    Abril 2010

 

 

 

 

 

tags:

publicado por Bujin-Dojo às 10:39
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Aulas em Olhão de Budo Ta...

. Videos Bujinkan Dôjô

. Bujinkan Estágios / Event...

. Histária e Tradição - Buj...

. Viagem ao Japão 2010

. Treino nos Pinheiros de M...

.arquivos

. Agosto 2012

. Março 2011

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds